´Vidas Secas´ é o título mais vendido nos sebos online

Helder Lima

Graciliano Ramos

Vidas Secas, de Graciliano Ramos (1892-1953), é o título mais vendido no
portal Estante Virtual, que atualmente reúne 23 milhões de livros de 1,6 mil sebos online. O romance teve sua primeira edição lançada em 1938 e é considerado a obra mais importante do autor. Em 1963, a história foi para as telas do cinema, com o filme homônimo dirigido por Nelson Pereira dos Santos, um dos pioneiros do movimento do Cinema Novo no país, que propunha o filme autoral em detrimento das grandes produções.

O livro conta a história de uma família que enfrenta uma caminhada inóspita e sem fim em meio ao sertão nordestino. Nessa situação de penúria extrema, em que até o papagaio da família é sacrificado para saciar a fome, Ramos investiga o espírito humano, suas contradições e lances de crueldade. O romance foi escrito em meio a profundas transformações políticas e econômicas e representa o amadurecimento do movimento Modernista, que explorava a questão das nossas identidades culturais.

Nessa época, o Brasil era marcado pela ditadura de Getúlio Vargas e suas contradições: o povo vivia sem liberdades políticas, enquanto o governo criava as bases para o desenvolvimento nacional, como a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), de 1937. Simpatizante do Partido Comunista Brasileiro (PCB), o escritor foi preso em 1936, quando então passou a escrever Memórias do Cárcere, que denuncia a realidade política do país naquele momento.

No topo dos 500 mais vendidos estão também, em segundo lugar, A Revolução dos Bichos, de George Orwell (1903-1950), e Cem Anos de Solidão, de Gabriel Garcia Márquez (1928), em terceiro lugar. Trata-se também de duas obras clássicas.

O livro de Orwell traz uma fábula política com a história dos animais de um galinheiro, oprimidos por seu proprietário. Os bichos unem forças e desencadeiam uma revolução vitoriosa, que os coloca no poder. Mas a felicidade dura pouco. O grupo é liderado por dois porcos que logo se veem às voltas com divergências até que um deles assume o poder e depois reinstala o totalitarismo. O livro brinca com a ideia de revolução que, definida literalmente, representa uma volta para o mesmo lugar.

Já a obra de Márquez, publicada em 1967 e considerada uma das mais importantes da literatura hispânica, conta a saga das várias gerações de uma família em uma aldeia fictícia da América Latina chamada Macondo. Definida como uma obra de realismo fantástico, a história explora situações e expressões de rudeza, colocando o gênero humano frente a frente com sua violência e irracionalidade. Para ler esse livro, vale copiar da internet uma das tantas árvores genealógicas, já que há um momento em que o leitor começa a se perder entre tantos personagens e gerações.

Sotaque caricatural

Na palestra que realizou no Salão do Livro de Guarulhos, no domingo, 9 de maio, o escritor Ariano Suassuna aproveitou para criticar o sotaque nordestino reproduzido nas novelas da TV. “Aquele sotaque não é de lugar nenhum no Nordeste, é de aeroporto; estão acabando com a língua”. Por falar nisso, a comunidade italiana também vai ter mais uma oportunidade de ficar de cabelos em pé com a novela Passione, da Globo, que estreia segunda-feira com o ator Tony Ramos e seu italiano macarrônico.

Onde Encontrar: www.estantevirtual.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s