A ética do cruz-credo. Em conversas de bar

CENA I

– Aí, já é demais, mano velho. Os caras perderam a noção, não valem nada, não valem o que comem. São uns lixos. Roubar dinheiro da Saúde?

– É verdade, cara, é verdade. Que desviem dinheiro de outras áreas. Dos Transportes, sei lá. Da Pesca, dos Esportes, da Cultura. Mas, da Saúde? Da Saúde não dá, não é, não?

– Tá certo.

CENA II

– Fui falar com o vereador sobre aquele troço: o cargo de fiscal na Prefeitura.

– E aí?

– Aí, nada. É um filho da puta como os outros. Só pensa nele mesmo. Veio com uma conversa de que para ser fiscal precisa passar no concurso. Lorota. Quando eles querem dão um jeito. Ou não dão?

– Claro que dão.

– Fui claro. Falei para ele: Eu não vou prejudicar ninguém, fique sossegado. Quero apenas ganhar uns trocos, sacou? Quero fazer que nem um fiscal conhecido meu. Ele leva R$ 10 do açougueiro; R$ 15 da lanchonete; R$ 25 do mercadinho… Ele tem uma tabela. Da padaria, ele leva R$ 50… Só para fazer vistas grossas.

– Por dia?

– Aloprou, seu maluco? Por semana. Se fosse tudo aquilo por dia, seria corrupção. Com essas coisas, eu não lido.

– Faz bem, faz bem. Isso é coisa pra bandido.

CENA III

– Se você estivesse lá, no Congresso ou na Assembleia, com a caneta na mão, mandando e desmandando, não ia pedir para empresários ajudarem seu filho? Você ia deixar sua filha na mão, um sobrinho aos Deus dará? Que pai você é? Que tio você é? Faz favor. Eu arrumava a vida da família toda, todinha. Isso aqui não tem jeito. Quem pode tem mais é que aproveitar. O que não pode é roubar muito. Aí, não. Vai mais um chope?

CENA IV

– Quer saber? Eu não estou nem aí se o cara é legal ou não é, se o cara tem a ficha limpa ou não tem. Quero saber quanto vou levar para votar nele?

– Caracas, você, então, vende o voto?

– Claro, meu irmão. O que importa é dinheiro no bolso. Eu lá quero saber de discurso! Está doido? Discurso não enche barriga.

 

orlando3Orlando Silveira

orlandosilveira@uol.com.br

Anúncios

2 pensamentos sobre “A ética do cruz-credo. Em conversas de bar

  1. Ótimo discrição do que ocorre com todos. Quando estão de fora criticam, quando lá dentro fazem tudo igual ao sistema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s