Filomena: simplesmente Filó

Uma oportunidade daquelas – a de estar a sós com a visita – ele não perderia de jeito maneira. O tempo era demasiado curto. Deixou de caçar o bicho de pé imaginário. Foi ao assunto. O velho marinheiro, nosso lobo do mar – como sabemos – sempre primou pela objetividade:

— Qual é mesmo sua graça?

— Filomena.

— Nome lindo demais. Tive uma amante com um nome desses. Faz tempo… Vou dispensar “dona”, porque tenho idade pra ser seu pai.

— Claro, fique à vontade, seu…

— Lobo do mar. Filomena, eu gostei de sua prosa. Mulher não deve ter vergonha de ser gorda. Você tem seios fartos, quadris largos e devidamente encapados, cintura de pilão, como deve ser a mulher de bem, de interesse público.

— Obrigado – respondeu a visita, constrangida.

— Vai reclamar de quê? Vai deixar de comer e beber do bom e  melhor, se não tem colesterol nem diabetes? Não ligue pra homem que bota reparo em celulite e peitos caídos. Homem queixoso dessas coisas não é homem…

A filha, que sempre teve ouvidos apurados, gritou da cozinha:

— Papai! Papai do céu! Vamos parar?

— Faça uns bolinhos de chuva pra “dona” Filomena, que veio de longe pra lhe visitar e não é mulher pra café bebido – rebateu o velho marinheiro. Não tenha pressa. Capriche. Esta minha filha é uma atordoada, sofre de histeria.

E ele voltou, imediatamente, ao assunto de seu interesse:

— Filó: como seu marido lhe trata?

A visita foi salva pelo gongo.

Esbaforida, a filha do velho marinheiro entrou na sala com a bandeja.

— E os bolinhos de chuva? – quis saber o lobo do mar. Estão na frigideira?

— Vou servir bolacha, papai. Vai descansar, por favor.

— Que miséria! Vou, sim. Está na hora. Foi um prazer conhecê-la, “dona” Filomena. Se precisar de algo, estou por aqui. Daqui nunca saio. De terça e quinta, passo o dia só. Apareça, Filó. Pra papear.

orlando3Orlando Silveira

orlandosilveira@uol.com.br

Anúncios

2 pensamentos sobre “Filomena: simplesmente Filó

  1. Ele voltou com tudo. Adorei. Mas e a Mafalda como fica? ele já está se derretendo para outra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s