Papai é um FDP. Viva o papai!

Papai virou deputado. Em dez anos, ficou rico. A vida da família mudou. Deu carro novo pros filhos, bancou viagens nacionais e internacionais pra todo mundo. Não descuidou do futuro. Investiu em imóveis e ações. Comprou gado e aves diversas. Sempre em nome de terceiros, gente próxima, do núcleo duro da família. Arranjou bons empregos pra todos. Amante e esposa conviviam socialmente. Até que…

Até que um dia pegaram o papai com a boca na botija. Um escândalo, manchete de jornais. Quem diria que papai roubava? A família resolveu fazer uma reunião de emergência. Mulher e filhos botaram papai contra a parede. (A amante não participou do encontro. Uma questão de prudência.)

 Papai não deixou a falsa indignação tomar conta da sala:

 — Escuta aqui: vocês acham mesmo que eu lhes daria tudo o que lhes dei contando apenas com aquela merreca que é o salário da Câmara Federal e com o dinheiro que tomo de volta dos funcionários?

 Sensível, a primeira-dama oficial foi direto ao ponto:

 — Papai está certo. Estamos no mesmo barco. A união faz a força. Que nada nos falte. Nada nos faltará, se nos mantivermos unidos. Só espero que a “outra” não roa a corda.

 Papai, reconfortado com o apoio, colocou mais gelo no uísque. E foi ao banheiro: pra sondar a outra, via torpedo. Estava tudo bem. Ufa.

orlando3Orlando Silveira orlandosilveira@uol.com.br

Blog: http://orlandosilveira1956.blogspot.com.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s