Mulher pública

Ananias, nosso jornalista em fim de carreira, estava literalmente inconsolável:

— Não me faltava mais nada, Velho Marinheiro, mais nada mesmo. Além de não pegar o trabalho de assessoria, fui humilhado. A deputada me colocou abaixo de cachorro.

— O que você fez? – quis saber o Lobo do Mar.

— Nada. Só a cumprimentei por ter sido eleita.

— Só por isso? Não pode ser.

— Também lhe disse: “Agora, a senhora é uma mulher pública”. E ela retrucou: “Mulher pública é sua mãe, vagabundo!”

— Tenha paciência, Ananias. Você morre pela boca. Só tomando uma lapada.

 

Orlando Silveira orlandosilveira@uol.com.brorlando3

Blog: http://orlandosilveira1956.blogspot.com.br/

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s