Espectadores doam memórias em jogo teatral com a CiaSenhas

Por Mauro Fernando

(Do Rotunda)

maurofmello@yahoo.com.br

 

Esquecimentos e lembranças coletivos em um espetáculo-instalação. A CiaSenhas, de Curitiba, estreia Homem Piano – Uma Instalação para a Memória em São Paulo nesta sexta-feira (dia 26), no Sesc Ipiranga. A temporada se encerra no domingo (dia 28). Sueli Araujo assina dramaturgia e direção. Em cena: Luiz Bertazzo. A peça propõe a confecção de memórias entre ator e público em um ambiente cênico alternativo, no qual ficção e realidade se mesclam – e joga luz sobre o tema da construção da identidade.

O espetáculo tem como ponto de partida “uma notícia de um jovem encontrado sem memória em na cidade portuária de Kent, na Inglaterra”, conta Bertazzo. “Sem saber nada sobre sua existência, um dia desenhou em um papel um piano. Ao ser ler levado para o instrumento, o jovem tocou por horas e impecavelmente.”

Homem-piano: construção de sentido e aproximação de linguagens (foto: Elenize Dezgeniski)

Homem-piano: construção de sentido e aproximação de linguagens (foto: Elenize Dezgeniski)

O subtítulo da peça sugere uma aproximação com outras linguagens artísticas. “O espetáculo ocupa três espaços em que o conceito de instalação está presente. Neles, o público é convidado a triturar suas lembranças, a apagá-las ou resetá-las conforme sua necessidade e por último doá-las ao personagem que implora por memórias”, explica.

O espectador integra o jogo teatral. “O espetáculo é um convite para que o público vasculhe suas próprias memórias a fim de selecionar aquelas que gostaria de doar para o personagem, que clama por elas. Essa experiência de retomar suas lembranças é compartilhada, mesmo que discretamente, por todo o público. A limitação de 20 pessoas por apresentação ajuda a dar essa força de romper a impessoalidade, numa tentativa de transformar o público em um coletivo”, afirma.

O percurso cênico é delineado, do ponto de vista da dramaturgia, por ferramentas diferentes que buscam um encontro. “O espetáculo usa de recursos da poesia e da narrativa para trilhar essa trajetória do personagem que busca por memórias alheias. O ator assume uma função de condutor da narrativa.”

SERVIÇO

HOMEM PIANO – UMA INSTALAÇÃO PARA A MEMÓRIA. Dramaturgia e direção de Sueli Araujo. Com Luiz Bertazzo. No Sesc Ipiranga. Rua Bom Pastor, 822, São Paulo, SP. Fone (11) 3340-2000. Sexta e sábado, às 21h, e domingo, às 18h. R$ 2,40 a R$ 12.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s