Adolfo & Guiomar

Ele pediu uca, cerveja estupidamente gelada, porção de torresmo e dois pãezinhos; ela, o de sempre: cascão com três bolas de sabores distintos e coberturas variadas. Antes que o pedido chegasse à mesa, Guiomar disparou:

— Você está gordo que só, não pára de beber e comer. Vai explodir. Seu fim será triste.

Adolfo devolveu de “prima”:

— Você não terá final menos glorioso, acalme-se.

Mesa posta, entre goles, mastigares e lambidas, Adolfo e Guiomar observavam com especial atenção o vai-vem dos banhistas. Nada escapava aos olhos míopes do casal, em especial as barrigas medonhas, peitos caídos, varizes e celulites que desfilavam pela orla.

Antes de dar fim ao cascão gigantesco, Guiomar não deixou por menos:

— Já notou como o povo está gordo, imenso mesmo? Que absurdo!

Adolfo balançou a cabeça afirmativamente. Pensou em dizer a Guiomar: “Não estamos melhor que eles”. Preferiu pedir nova rodada. Comprar briga para quê?

 

Orlando Silveira orlandosilveira@uol.com.brorlando3

Blog: http://orlandosilveira1956.blogspot.com.br/

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s